domingo, 28 de outubro de 2012

DITADURA MILITAR: 1964 / 1985

     A ditadura militar foi implantada no contexto do colapso do populismo, cujo apogeu, no Brasil, ocorreu no governo Vargas, entre 1951 e 1954. O modelo econômico do nacional-desenvolvimentismo era visto, pelas forças conservadoras, como um obstáculo para outro modelo econômico em cujas bases se encontrava o crescimento acelerado da economia baseado no capital externo e nas multinacionais.
     No plano internacional, ocorria a Guerra Fria, durante a qual não adiantava apenas ser capitalista, uma nação deveria ser capitalista pró Estados Unidos. Assim, o modelo nacionalista e reformista passou a ser apontado, pelas forças reacionárias e/ou conservadoras, como esquerdização, uma "infiltração comunista". A vitória da Revolução Cubana (1959), a construção do Muro de Berlim (1961), o bloqueio econômico a Cuba (1962), a Guerra do Vietnã, a "Primavera de Praga" são alguns dos acontecimentos internacionais que permearam a História do Brasil no período estudado.
   
     Para melhor acompanhar este trabalho, destinado a estudantes do Ensino Médio, proponho ter em mãos o material escolar, como livros, apostilas, anotações de aula. Um caderno para anotações e para perguntas ajuda muito. Use o botão "pause/play para acompanhar mais atentamente a informação.

     O fundo musical é de Chico Buarque, do CD "Político".

video


sexta-feira, 19 de outubro de 2012

GUERRA FRIA: URSS X EUA


A GUERRA FRIA
“PAZ  IMPOSSÍVEL, GUERRA IMPROVÁVEL”

Doutrina Truman:
Substituir a Inglaterra no combate às guerrilhas comunistas na Grécia e na Turquia
Deter o avanço do socialismo na Europa
Plano Marshall:
Doações e empréstimos para a recuperação de países destruídos pela guerra

Dean Acheson, Secretário de Estado de Truman, deixa bem claro que o apoio americano só se fará aos países cujas constituições sejam aprovadas pelo governo dos Estados Unidos da América


MILITARIZAÇÃO DOS BLOCOS
• Em 1949, foi criado a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), uma aliança político-militar dos países ocidentais, composta inicialmente pelos Estados Unidos e os países da Europa ocidental, opondo o Ocidente à União Soviética.

Em 1955, a União Soviética cria o Pacto de Varsóvia, que unia as forças do bloco comunista, principalmente dos países da Europa oriental (Albânia, Bulgária, Tchecoslováquia, Alemanha Oriental, Polônia, etc).


Expansão do Bloco Socialista (até 1945, era apenas a URSS, depois: Polônia, Estônia, Lituânia, Letônia, Hungria, Tchecoslováquia, Iugoslávia, Romênia, China, Vietnã do Norte, Coréia do Norte, Cuba...)

Revolução Chinesa
Guerra da Coréia
Revolução Cubana
Guerra do Vietnã
Descolonização Afro-Asiática
Corrida Espacial

CONFERÊNCIA DE BANDUNG
Abril de 1955
• 29 países da África e da Ásia
• Condena o colonialismo e o racismo
• Cria a política de não-alinhamento automático aos líderes da Guerra Fria
• Cria o bloco do Terceiro Mundo, equidistante dos EUA e da URSS

MACARTISMO
Ação do senado norte-americano contra o comunismo, marcado pela perseguição de funcionários públicos, cineastas, atores, escritores ... Período de “caça às bruxas”, em que os acusadores condenavam os acusados apenas pela suspeita de atitudes anti-americanas”.


A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL


PRINCIPAIS FATOS

VÉSPERAS DA GUERRA

O III Reich rompe o Tratado de Versalhes, estabelecendo a indústria bélica  na Alemanha e ocupando militarmente a Renânia, na divisa com a França.

Em um episódio conhecido como Anschluss, incorpora a Áustria.

Alegando o Problema do Espaço Vital, Hitler convoca a Conferência de Munique, da qual participam,além da Própria Alemanha Nazista, a Itália Fascista (Mussoline), a França (Deladier) e a Inglaterra (Chamberlain). Hitler é autorizado a invadir a região dos Sudetos da Tchecoslováquia.

Após invadir os Sudetos, o III Reich invade a Tchecoslováquia.

O III Reich e a URSS assinam o Pacto Ribbentrop-Molotov, declarando a não-agressão e, num item secreto,a divisão da Polônia entre as duas potências.

Hitler invade a Polônia, marca do início da Segunda Guerra Mundial.

PRIMEIRA FASE DA GUERRA NA EUROPA

Na primeira fase da guerra, ocorreu o avanço do EIXO. Destaca-se a blitzkrieg ("guerra relâmpago") do III Reich, com a invasão da Dinamarca, da Noruega, da Suécia, da Bélgica, da Holanda e da França pelas tropas nazistas.

 Ocorre a Batalha da Inglaterra na qual a RAF enfrenta a Luftwaffe.

 O nazifascismo ocupa a Península Balcânica e o Norte da África. 

No caso da França, Hitler ocupou o Norte, enquanto, no Sul, a França de Vichy colabora com o nazismo. Em toda a França, grande destaque para a ação da Resistência Francesa.

SEGUNDA FASE DA GUERRA

A Guerra do Pacífico e a Guerra da Europa tornam-se uma só. 

O III Reich invade a URSS ("Operação Barba Ruiva, ou Barba Rossa"), rompendo o Pacto de Não-Agressão, o que leva a URSS à guerra. 


No Pacífico, o Japão ataca Pearl Harbour, o que leva  os Estados Unidos à guerra.

TERCEIRA FASE DA GUERRA

Os Aliados avançam dobre o EIXO. No final de 1943, os soviéticos derrotam os nazistas na Batalha de Stalingrado, fato conhecido como "A Reviravolta" (The Turning Point).

 Na África, os Aliados derrotam o nazi-fascismo e iniciam a libertação da Itália, no sentido Sul-Norte.

 No Pacífico, o Japão começa a ser derrotado e passa da ofensiva para a defensiva. 

Em 6/6/1944, um ano e meio após a Batalha de Stalingrado vencida pelos soviéticos, os Aliados desembarcam na Normandia (Norte da França): era o "Dia D", planejado pela "Operação Overlord". 

Enquanto a França é libertada pelo conjunto de Aliados, as tropas soviéticas avançam sobre os nazistas, libertando todo Leste Europeu e entrando na Alemanha. 

Na Itália, cai Mussoline. 

Em Berlim, os soviéticos avançam, tomam a cidade e Hitler se mata. Era o fim da guerra na Europa, com quatro grandes vencedores: URSS, EUA, Inglaterra e França.


No Pacífico, o Japão, mesmo sitiado, continua em guerra, usando os kamikazes. Em 6 e em 9 de agosto, os EUA lançaram as bombas atômicas. Era o fim da guerra.

A SEGUNDA GUERRA NA EUROPA:










quinta-feira, 11 de outubro de 2012

HISTÓRIA DA AMÉRICA - REVISÃO

Para acompanhar esta aula, tenha em mãos o material de uso em sala de aula, livros, apostilas, anotações de classe. Tenha também um caderno para anotações. Havendo dúvidas, use este blog. Bom estudo, ouvindo Brahms.

video